Com uma proposta moderna e pioneira dentro da música sertaneja, a Barra da Saia (única banda feminina de música sertaneja do Brasil) sobe ao palco do Teatro Itália no próximo domingo (18/11) com o show do projeto “A História da Mulher na Música Caipira”. A entrada é gratuita e os ingressos devem ser retirados com 1 hora antecedência.

Na apresentação, a banda faz uma homenagem as principais artistas que desbravaram a música caipira no País, mostrando ao público a importância e a contribuição dessas cantoras, compositoras e intérpretes que estiveram bem à frente do tempo abrindo espaço para as novas e atuais gerações. Dentre os destaques do repertório, estão as canções: “Marvada Pinga” – primeira música caipira gravada no Brasil por Inezita Barroso em 1953, “Primeiro Amor” e uma gravação divertidíssima bem country rock de “Vou Te Amarrar na Minha Cama”.

“O objetivo é que o público conheça um pouco mais de cada artista, além de suas músicas. O que cada uma delas viveu para conseguir chegar ao palco e cantar. São muitas histórias lindas, emocionantes e algumas bem tristes. Mulheres que eram marginalizadas, mas que eram de fibra. A mulher tem sua força há muito tempo, só que não tínhamos ainda conseguido um espaço tão amplo como hoje, mas que ainda é pequeno se comparado ao masculino. Sabemos que ainda temos muito a conquistar”, comenta Adriana Sanchez, a idealizadora deste projeto que ao lado das integrantes Carolina Duarte, Denise Soares e Eliza Marin realizam um detalhado levantamento histórico sobre a participação feminina no gênero nesta iniciativa pioneira e inédita.

Com apoio do ProAC (Programa de Ação Cultural) e patrocínio da Cristália, a Barra da Saia apresenta grandes clássicos interpretados de uma forma moderna e surpreendente no estilo “roça’n’roll” – uma interessante mistura da música raiz e caipira, com folk, pitadas do country e do rock´n roll, envolvendo instrumentos distintos como viola, violão, guitarra, acordeon, violino e bandolim.

Fonte: Great Assessoria

Deixe um comentário