Guilherme Rocker fala de suas experiências no YouTube

Vocês já ouviram falar de Guilherme Rocker? Pois bem, se ainda não o conheceram, estão perdendo bastante coisa.

Fugindo um pouco do estilo popular de humor puxado de outros youtubers que vão por esse segmento, Rocker aposta em um conteúdo mais descontraído e que ao mesmo tempo nos deixa de queixos caídos.

Com mais de 31 milhões de espectadores, o vídeo “Aprenda a Lavar Roupas Sem Máquina”, postado há 4 anos atrás, o levou ao sucesso instantâneo, sendo reconhecido até em programas de televisão como o da Eliana.

O seu estilo andrógino acabou virando sua marca na internet. Venha conhecer um pouco mais sobre ele nesta entrevista.

Como surgiu a iniciativa de criar o canal?

Eu antigamente criava gifs para scraps de orkut e o pessoal sempre pedia mais, então resolvi criar meu canal em 2011.

O vídeo “Aprenda a Lavar Roupa” em 2013, que até hoje é o mais visto, te rendeu um grande destaque na mídia. De onde veio a ideia desse vídeo?

Estava comentando com um amigo Leandro a ideia, ele falou pra eu gravar e eu gravei, porem na primeira versão eu havia lavado ela no chuveiro e não na pia, mas não publiquei, depois achei que na pia seria mais engraçado.

Um dos vídeos mais bonitos do canal é quando você mostra seu lado de pai. Acha importante dar esse exemplo de união para o público?

Sim, pois as pessoas de hoje, a grande maioria não tem paciência e nem vontade de dar atenção as crianças, e só respondem o básico quando a criança mostra algo, além de não brincarem e não interagirem. Isso é horrível! Imagina você adulto em uma casa que todos te respondem o básico e não tem atenção nenhuma, apenas roupas lindas e comida? Nem só de escola se faz o futuro de uma criança, é necessário muito amor e atenção pra elas serem nossas amigas e não só filhos e filhas.

Foto: Reprodução/Instagram

Além da rede, já pensou em outros trabalhos na área do entretenimento?

Eu trabalho de humorista na TV raramente, gostaria que fosse fixo.

Em relação á família e os amigos, como foi o apoio no começo?

Eu moro só, e não gosto de precisar do apoio de ninguém, mesmo porque muitos veem por interesse em “fama”.

Sobre o tema “freeganismo”, como acha que os espectadores recebem esse tipo de vídeo?

A maioria gosta e é o mais pedido até hoje, porém o mais perigoso de se fazer. Teve vários que fiz que não deram certo, mas fazer as coisas de graça é uma aventura. E claro, o meu “de graça” é aproveitar algo sem prejudicar o outro, não tirando a oportunidade de alguém e sim ocupando ou usando algo que iria pro lixo ou ninguém iria ocupar. Basicamente é isso.

Foto: Reprodução/Instagram

Tem algum conselho para quem quer iniciar na plataforma?

Nenhum. A plataforma muda seus algoritmos sempre, eu mesmo gostaria de conselhos que nem quem trabalha no youtube sabe explicar.

Qual experiência mais estranha que já viveu durante um vídeo seu?

Estranha não sei, mas ser pego por polícia e seguranças foram várias vezes. Hoje em dia penso bem antes de fazer algo porque estou bem mais responsável (risos).

Como foi participar do “Eliana” no SBT?

A Eliana é legal, a produção daquela época é chata, mas tão chata que não tive liberdade nem de falar o que queria e boa parte foi cortado.

Foto: Reprodução/Instagram

Como você rebate as criticas dos haters sobre seu estilo andrógino?

Eu não me importo de verdade, mas tento parecer que me importo porque é nisso que consigo fazer algum vídeo engraçado respondendo haters.

Deixe uma mensagem.

Obrigado pela entrevista, e obrigado quem leu. Se você não conhece o canal Guilherme Rocker visite lá, é um vídeo mais idiota que o outro (risos).

Conheça o canal de Guilherme Rocker!

 

18 Comentários



  1. Incredibly user friendly site. Enormous details offered on few gos to.
    [url=http://www.celica-gt4.com/node/258506]maglie del calcio[/url]

Deixe um comentário