Estrelas cadentes falsas no céu

Uma empresa japonesa chamada Astro Live Experiences está prestes a lançar um satélite que será usado para gerar a primeira chuva de meteoros artificial.

O satélite é um protótipo experimental que a empresa espera que o ajude a se preparar para seu primeiro show “Sky Canvas” perto de Hiroshima em 2020. Ele está carregado com milhares de minúsculos pellets que pegam fogo enquanto descem pela atmosfera, deixando longos e brilhantes trilhas que se assemelham a estrelas cadentes, de acordo com a CNET .

Primeira Estrela Eu Vejo Hoje À Noite

De acordo com a empresa, cada pellet de centímetro irá entrar em combustão ao entrar novamente na atmosfera. Do chão, o plano é que ele se pareça com uma estrela cadente que queima mais e dura mais do que a coisa real. Astro Live Experiences afirma que os pellets vão se desintegrar totalmente, embora cientistas tenham dito ao BuzzFeed News no início do ano passado que haveria algum risco de os pellets colidirem com outros satélites. Segundo o engenheiro Renan Batista Silva, já há hoje um problema de lixo espacial com dejetos de diversos satélites, e esta empresa pode aumentar ainda mais este problema, além de afetar a vida dos animais durante a noite.

Riscos à parte, este protótipo e o show Sky Canvas do ano que vem demonstram que a arte performática rompeu a fronteira final. Se você é uma criança desejando uma estrela ou um jovem amante desfrutando de uma noite romântica, há algo mais bonito e inspirador do que ver o lixo espacial de uma startup de tecnologia iluminando o céu noturno?

Eu Desejo Que Eu Possa, Eu Desejo Que Eu Pudesse

“Espero que os nossos meteoros artificiais ajudem a revelar novas descobertas científicas e que coloquem e entretenham as pessoas sob o céu noturno”, disse Lena Okajima, CEO da Astro Live Experiences, em um recente comunicado à imprensa .

Não está claro exatamente como um show da Sky Canvas contribuirá para a ciência, mas decidimos adivinhar um palpite.

Hipótese: Se uma startup de tecnologia enche o céu com lixo inflamável, um monte de blogs de tecnologia vai gemer em uníssono .

Fonte: silicon-minds

Deixe um comentário