No dia 17/01 (quinta-feira), a Audio Rebel abre suas portas para mais uma noite dedicada à arte sonora, marcada pela experimentação. Os multi artistas André Parente e Luisa Lemgruber sobem ao palco da casa em Botafogo a partir das 20h, com ingressos a R$20.

André Parente é artista e pesquisador de cinema e novas mídias. Desde 1977 produz vídeos, filmes e instalações nos quais predomina uma abordagem conceitual e experimental. Seus trabalhos foram expostos no Brasil e no exterior.

Pela primeira vez no palco da Audio Rebel, Parente apresenta trabalhos eletroacústicos que misturam a captura sonora de situações reais, instrumentos arcaicos com potenciais metafísicos e a exploração física do som. Na primeira peça, “Zunindo o Som”, o artista retoma a performance em que utilizou zunidores dos Mehinako do Alto-Xingu, também conhecidos como “Matapus”, instrumentos sonoros ancestrais.

Na segunda, “Francisco”, amplifica uma música minimalista-concreta construída a partir do registro de uma performance sonora em que caminha ao longo da Avenida Beira-Mar, em Fortaleza. A terceira, “Allucifer”, é uma exploração eletroacústica dos loops de vários de seus trabalhos. Encerrando a apresentação, o artista mistura sonoridades arcaicas e futuristas com a participação especial do artista Walter Reis e sua bateria Lixo Espacial.

Já Luisa Lemgruber tem como pesquisa sonora a relação entre o sagrado, corpo, ruído e natureza. Através da improvisação com gravações de campo e água, procura reconstruir memórias, afetos e devires. Esse encontro acontece na Audio Rebel, tradicional espaço da música experimental carioca. A casa fica na Rua Visconde de Silva, 55, Botafogo.

Fonte: BulidUpMedia

Deixe um comentário