A partir do dia 20 de julho, o produtor e jornalista Junior Mendes estreou seu programa no YouTube “No ar com Junior Mendes”. Em um formato de bate papo descontraído, a cada programa um novo convidado entrará em cena. O programa será exibido sempre às segundas-feiras, às 18h.

Junior, que tem em suas redes sociais mais de 30 mil seguidores reais, que o acompanham no dia a dia e interagem com seus trabalhos e produções, tem em seu curriculum a experiência de vida no exterior e a badalada rotina no mundo artístico, além de ter assinado como produtor, diversos eventos musicais. O profissional ainda trabalha com acompanhamento artístico e de carreira.  Seu convívio com estrelas de TV em grandes emissoras do país, o impulsionaram a realizar seu maior sonho, o de compartilhar com seus amigos e com todos os interessados os bastidores do show business e da telinha.

Recentemente, você lançou seu programa no YouTube intitulado “No ar com Junior Mendes”. De onde veio a ideia e qual o propósito do projeto? Como está sendo viver esse momento?

A ideia já vinha algum tempo por conta dos meus seguidores que sempre me perguntavam como eu conseguia chegar perto de grandes celebridades. Aí eu tentava explicar, mas sempre foi bem complicado, pois as vezes é melhor mostrar na prática. Então, nada mais como o programa ser intitulado com meu nome, pois já é bem conhecido. O propósito é levar sempre a realidade que muitos não sabem que acontecem por trás de uma figura pública. Muitos artistas e celebridades tem sentimentos, ficam doentes, choram por amor e acima de tudo vivem uma vida intensa de trabalho. Muitos acham que as celebridades vivem uma vida maravilhosa, algo que nem sempre acontece.

O programa estará recebendo um novo convidado a capa episódio. Você se inspirou em outros estilos de talk-shows para criar o seu?

Sim, a cada programa um convidado diferente. Sempre fui de acompanhar vários YouTuber como Matheus Massafera, Hugo Gloss entre outros, mas meu programa vem com um propósito bem diferente deles.

Foto: Diego Alves

Durante sua carreira, você teve experiências no exterior e na badalada rotina do mundo artístico. O que o fez se aproximar desse segmento?

Não existe uma explicação certa, acredito muito que o carisma que sempre tratei a todos, me deu muita vontade de realizar esse sonho. Aliás, todo comunicador deseja ter sua própria opinião e tenta levar um formato muito específico. Eu mesmo quero levar minha ‘personalidade’ nesse projeto.  

Trabalhando com acompanhamento artístico e gerenciamento de carreira. Quais são as suas dicas para quem deseja se lançar no meio?

Minha dica é ter muito profissionalismo e dedicação.  Acreditar que tudo é possível quando se tem muita determinação.  É a ação do ‘sair do papel’ que traduz e realiza o que queremos levar ao público.

A partir do seu convívio com as personalidades da televisão, você passou a dar notícias sobre o mundo nos bastidores. Em que jornalistas você se inspirou?

Nossa! Eu amo o jornalismo, mas usar uma referência é muito complicado, porém cito algumas inspirações como Fátima Bernardes, Sandra Annenberg e Maju.