O modelo Carlos Cruz atualmente residindo no estado de São Paulo, destaca-se por grandes trabalhos em ensaios fotográficos publicados em suas mídias sociais. Produzido para revistas internacional em ensaios com grandes nomes da fotografia, Ele teve foto publicado com Mário Testino, que é um dos maiores nomes da fotografia mundial, Foto para Revista Internacional Gmaro Magazine com produção de Fredson Agudá e Chezvelo, Fotografia com Glesson Paulino (Paris) e Glauber Bassi fotógrafo brasileiro que mora na Itália para ( Desnudo Magazine) de NYC o mesmo ressaltou nas mídias com muita alegria a realização do sonho profissional.

Devido à pandemia, Carlos deu uma pausa nos projetos, mas revela a nossa equipe que esse momento está servindo como reciclagem pessoal , estuda , treina, realiza lives visando a consciência social dos seus seguidores, enfrenta esse momento ao lado da sua família na cidade natal Salvador Bahia. Iniciou um documentário no final de 2019, direcionado pelo produtor e diretor de cinema Giovane Sobrevivente, contando toda a trajetória do modelo.

Destacado por seus grandes ensaios fotográficos, como foi o seu primeiro contato com a fotografia?

Meu primeiro contato com fotografia foi com Sivaldo Tavares idealizador do PROJETO TOP MODEL FAMA, através dele que comecei meus primeiros passos na moda e descobrir que eu poderia ser um modelo.

Sendo produzido para revistas internacionais com grandes nomes da fotografia, como foi trabalhar com Mário Testino?

Foi um turbilhão de emoção dentro de mim, o Mário é um cara incrível com um olhar por trás das lentes que não existe outro igual, além da sua simplicidade em conversar com todos que estávamos envolvidos no trabalho, confesso que quando vi MÁRIO TESTINO marcou você em uma publicação meu coração acelerou, quando comecei minha carreira eu sonhei e Deus realizou!

Foto: Divulgação

Entre suas experiências no meio, qual você acredita ter sido a mais marcante?

Por toda luta da minha história e dos meus ancestrais  foi a campanha do Afoxé Filhos de Gandhy, é um dos blocos mais tradicionais do carnaval de Salvador, eu era Folião curtia o bloco é uma tradição que passa de pai para filho, meu pai quando era vivo saia no bloco, eu lembro que peguei meu primeiro salário do estágio para poder comprar minha fantasia e voltar a Salvador ter seu rosto como cara do bloco que tem muitos anos de cultura e tradição eu que sou um menino, foi algo muito emocionante, fora o vídeo da campanha que foi um dos que mais me emocionei em toda minha vida!

Em um ensaio com Glauber Bassi para a Desnudo Magazine de Nova York, você definiu como a realizado do sonho profissional. Qual foi a importância desse ensaio para a sua carreira? 

A importância foi que imagine um menino sonhador morador de uma periferia conhecer o Glauber que também é uma referência na fotografia mundial, e ser destaque em uma revista internacional de grande importância no cenário da moda, costumo dizer que é um trabalho de formiga vamos plantando sementes tenho a certeza que abriu ainda mais portas para o alcance da minha carreira INTERNACIONAL.

Foto: Divulgação

No final de 2019, foi iniciado a produção de um documentário contando a sua trajetória. Como está sendo contar com Giovane Sobrevivente na produção e quais são suas expectativas para o lançamento do projeto?

Eu estou muito ansioso confesso, você contar sua história parece algo fácil mais não é, quando o Giovane me convidou eu fiquei muito feliz, eu utilizo minhas redes sociais como algo político para demonstrar que o negro pode chegar a qualquer lugar, não somos acostumados a sonhar, temos nossos sonhos limitados pela sociedade, porém com foco e determinação mesmo com toda indiferença Deus realiza.

Tínhamos um plano de fazer o lançamento em uma escola da minha comunidade, porém devido a pandemia tivemos que adiar, então vamos lançar nas plataformas digitados e em rede de TV cultural, estamos buscando apoio e com certeza vai ser algo incrível.

Quais são seus futuros planos para depois da pandemia? 

Eu vim para Salvador visitar minha família, eu tinha uma viagem internacional marcada, porém os planos de Deus são mais altos que os nossos, eu tenho plano de buscar novos voos e ser uma representação não só para Bahia quanto para o Brasil!