Francine Carvalho, musa da Gaviões da Fiel, sambou debaixo de chuva e roubou a cena durante o segundo ensaio técnico da escola de samba neste fim de semana no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo.

Representando um cupido – que tem tudo a ver com o enredo que fala sobre amor –, ela surgiu com um look luxuoso e comportado com direito a 10 mil pedras e penas de rabo de galo.

Ostentando boa forma, ela deu uma prévia do que exibirá na avenida e contou, na concentração do ensaio, que segue à risca um protocolo na clínica de estética para manter tudo no lugar.

Quais são as suas expectativas para esse ano no carnaval?

Esse será o Carnaval mais especial da minha vida. 2020 é ano de emoção em dose tripla. Além de desfilar pelo quinto ano como musa da Gaviões da Fiel e da Tom Maior, em São Paulo, vou fazer minha estreia como rainha de bateria da X9 Pioneira em Santos/SP. Será um Carnaval inesquecível. Claro que minha expectativa é de brilhar muito com as minhas escolas e vibrar com resultados bem positivos. As três estão bem empenhadas em fazer desfiles perfeitos e com muita alegria. Estou curtindo muito cada momento.

Foto: Wellington Marques / Edu Graboski / Divulgação

O enredo escolhido pela escola de samba foi o amor. O que você acha da importância de abordarmos esse tema no desfile?

O amor é o que nos move. E é o que move o Carnaval. Uma comunidade de escola de samba é puro amor, as pessoas dedicam muito tempo para tornar um desfile realidade. Os componentes vão para a avenida por paixão, por amor. Além disso, precisamos falar cada vez mais de amor em um país onde há muita violência, intolerância, preconceito… falar de amor nunca é demais, e a Gaviões levanta essa bandeira para espalhar coisas boas. A escola vai fazer um Carnaval alegre e com muito amor. Estamos na expectativa pelo título!

Foto: Wellington Marques / Edu Graboski / Divulgação

Quanto ao seu figurino, o look conta com mais de 10 mil pedras e penas de rabo de galo. Poderia nos conta um pouco mais da preparação dele?

Esse é o look que usei no último ensaio técnico. Escolhi uma fantasia mais comportada e encarnei um cupido, que tem tudo a ver com o enredo. Para o desfile oficial, estou preparando uma fantasia bem luxuosa, o investimento é praticamente de um carro popular. Venho com muitas penas e cristais. Será ousado, mas na medida. Nada de mostrar demais na avenida. Venho representando ‘Madama Butterfly’, que é uma ópera baseada na história de amor entre um tenente da Marinha e uma gueixa.

Foto: Wellington Marques / Edu Graboski / Divulgação

Como surgiu o convite para se tornar a musa da Gaviões da Fiel?

Sempre frequentei a quadra da Gaviões e fui muito próxima da organizada do Corinthians. E há cinco anos a diretoria me convidou para desfilar como musa e destaque de chão. O convite surgiu naturalmente, e desde então venho me empenhando e defendendo o nosso pavilhão.

Além de animação para a folia, você mostrou um grande preparo físico também. Como foi esse processo?

Costumo dizer que essa época é a melhor para a minha preparação física. É toda aquela correria de ensaio, prova de roupa, fotos… então acabo secando mais e me condicionando melhor. Nos ensaios ganho muita resistência, e isso é bem importante para o desfile oficial. Também treino o ano todo com acompanhamento, sou bem dedicada aos cuidados com o shape. Sobre dieta, procuro me manter na linha, mas não sou neurótica. Como de tudo com equilíbrio. Agora tenho feito muitos procedimentos estéticos com aparelhos de alta tecnologia com a dra. Priscila Ferrari, os resultados são realmente milagrosos. Vou para a avenida com o melhor shape da minha vida.

Como estão sendo os trabalhos com a Tom Maior em São Paulo?

A Tom Maior está com o Carnaval praticamente pronto, fico impressionada com a dedicação da presidente Luciana e de toda a diretoria. No último ensaio técnico a comunidade deu um show mesmo sob chuva e fizemos um lindo esquenta no Sambódromo. Tenho certeza que será um Carnaval muito especial.