Quando o Stone Temple Pilots voltou ao estúdio, em 1994, para gravar o segundo álbum da carreira, o quarteto estava enfrentando as altas expectativas estabelecidas pelo projeto de estreia, “Core” (1992), que vendeu mais de oito milhões de cópias e ganhou um Grammy Award. O lançamento de “Purple”, em 7 de junho de 1994, consolidaria a banda como uma das mais importantes da geração, já que estreou em primeiro lugar na parada de álbuns da Billboard, a caminho de vender mais de seis milhões de cópias.  

Para celebrar os 25 anos desse incrível projeto, “Purple: Super Deluxe Edition” está disponível nas plataformas digitais, completo com a versão recém-remasterizada do álbum de estúdio original, versões inéditas de faixas e raridades, além de uma gravação inédita de um show completo de 1994. Nas lojas físicas já está disponível o álbum remasterizado.
 
Scott Weiland, Dean DeLeo, Robert DeLeo e Eric Kretz gravaram a maior parte de “Purple” em Atlanta, Estados Unidos, com o produtor Brendan O’Brien. O álbum apresenta algumas das faixas mais icônicas do grupo, incluindo “Interstate Love Song” e “Vasoline” – que lideraram a parada Mainstream Rock no ano do lançamento.
A versão digital de “Purple: Super Deluxe Edition” explora a criação do álbum misturando músicas inéditas que incluem demos (“Unglued” e “Army Ants”) com versões iniciais das faixas do álbum (“Meat Plough” e Interstate Love Song “), além de gravações acústicas (“Big Empty”). A coleção também apresenta três apresentações ao vivo inéditas do show acústico de Natal, de 1994, da KROQ, incluindo uma versão de “Christmastime Is Here”, do “A Charlie Brown Christmas”. Talvez a maior surpresa desta edição, no entanto, seja a demo inédita do STP para “She Knows Me Too Well”, uma música gravada originalmente pelos Beach Boys, em 1965.
 
“Purple: Super Deluxe Edition” termina com uma gravação inédita do show da banda, em 23 de agosto de 1994, em New Haven, Connecticut, Estados Unidos. A performance eletrizante de 17 músicas captura a banda em sua melhor forma com sets elétricos e acústicos, apresentando dez músicas de “Purple”, junto com hits de “Core” (“Plush” e “Sex Type Thing”) e covers (“Andy Warhol”, de David Bowie, e “Gypsy Davy”, de Woody Guthrie).