O esporte, a solidariedade, o espírito de equipe e o companheirismo
estiveram presentes neste domingo em mais uma edição do Circuito
Corridas do Bem FarmaSESI. Mais de 800 atletas se reuniram para
participar de dois percursos, um de cinco e 10 quilômetros, nas
categorias individuais (masculino e feminino), além das opções de
caminhada e a maratoninha para as crianças.

Uma delas foi Rindalta de Oliveira, cadeirante, que pela primeira vez
completou uma prova de 5 quilômetros e não conseguiu segurar a emoção
da conquista. Ela cruzou a linha de chegada com o auxílio de outras
participantes da competição. “Minha cadeira não é própria para corrida.
Eu achei que não iria conseguir, mas com a ajuda de todos consegui
cruzar a linha de chegada. Pensei que iria desistir na metade, mas com o
auxílio de pessoas que eu nem conheço consegui completar a prova. É uma
grande emoção que a corrida pode me dar e que eu jamais irei esquecer”,
comenta Rindalta.

A iniciativa do SESI, por meio da Federação das Indústrias do Estado
de Santa Catarina (FIESC), teve a largada da prova às 8h, no Paço
Municipal, em frente ao Ginásio Municipal de Esportes Irmão Walmir
Antonio Orsi, em Criciúma e solidariedade, mais uma vez, foi o ponto
forte do circuito Corridas do Bem. Ao todo, 20% do que foi arrecadado
com as inscrições foi revertido para a Unidos Contra o Câncer,
instituição de Criciúma que presta atendimento aos portadores de câncer
de toda a Região Carbonífera. Para a instituição foi entregue o cheque
no valor de R$ 7.346,40. “Esse apoio que recebemos do Sesi e de outras
empresas e instituições parceiras possibilitam que nós possamos manter a
casa aberta prestando atendimento às pessoas em um momento difícil. Só
temos a agradecer pela lembrança que nos dá ainda mais credibilidade”,
enaltece a presidente da Unidos Contra o Câncer, Gisele Pereira.

O Circuito Corridas do Bem tem o principal objetivo de estimular a
qualidade de vida e o bem-estar da comunidade em geral. “É uma emoção
muito grande ver que, mesmo em um dia chuvoso, as pessoas estão
participando, cuidando da saúde e também cuidando uns dos outros. Muitas
pessoas escolhem fazer a corrida pelo benefício que é dado a uma
instituição da cidade. Temos pessoas de todas as idades e isso nos
motiva bastante”, garante a gerente executiva do SESI\SENAI de Criciúma,
Graziela da Silva Branco.

Este ano, a Corrida do Bem, etapa de Criciúma, contou com recorde de
inscrições. Ao todo, houve um aumento de 25% de participação em relação a
2018. “Para nós é uma grande alegria trazer este circuito mais uma vez a
Criciúma. Com um recorde de participação criamos ainda mais engajamento
e podemos trazer ainda mais bem-estar e qualidade de vida a todos”,
enaltece o vice-presidente regional Sul da FIESC, Diomicio Vidal.

Luca Moreira Administrator
follow me