ÁLBUM “RUBBERBAND” GANHA MINI-DOCUMENTÁRIO

Para celebrar o lançamento de “Rubberband”, álbum de inéditas do trompetista Miles Davis, lançado 30 anos após a gravação original, a Rhino divulga, no canal oficial da gravadora no YouTube, o mini-documentário “Miles Davis – Rubberband”, um registro que narra a longa jornada que o álbum levou da gravação até o lançamento, com comentários dos produtores originais Randy Hall e Zane Giles, além do sobrinho de Davis, o baterista e produtor Vince Willburn Jr. Entre os convidados, foram incluídas também as cantoras Lalah Hathaway e Ledisi.

Miles Davis chocou o mundo da música em 1985, quando deixou a Columbia Records após 30 anos para se juntar à Warner Bros. Records. Em outubro daquele ano, ele começou a gravar o álbum “Rubberband”, em Los Angeles, Estados Unidos, no Ameraycan Studios, com os produtores Randy Hall e Zane Giles. A direção musical na qual Davis estava se baseando durante as sessões marcou uma partida radical na carreira do músico, com a inclusão de funk, soul e grooves. Inicialmente, os planos eram apresentar os vocalistas convidados Al Jarreau e Chaka Khan. Eventualmente, o álbum foi arquivado e Davis gravou “Tutu”, deixando as músicas do “Rubberband” inéditas e intocadas por mais de 30 anos.

Na última sexta-feira, a Rhino lançou 11 faixas que compõe o álbum “Rubberband”, em todas as plataformas digitais. O projeto foi finalizado pelos produtores originais Hall e Giles, com o sobrinho de Davis, Vince Wilburn Jr., que tocou bateria nas sessões originais do projeto, entre 1985 1986. A arte da capa do álbum é uma pintura original de Davis da época. A faixa intitulada “Rubberband Of Life”, com Ledisi, foi antecipada em agosto.

“Tio Miles ficaria orgulhoso. Randy, Zane, eu e todos os envolvidos, colocamos nosso coração e alma no projeto”, diz Wilburn Jr.