Alexandre Beltramini transforma vulnerabilidade em canção no clipe “Medo”

O receio de revelar seus sentimentos para a pessoa amada e a angústia de pensar mil cenários onde isso pode dar errado marcam “Medo”, single inédito que o cantor e compositor paulista Alexandre Beltramini lança nas plataformas de streaming e em meio a uma série de releituras de faixas de outro artistas. Unindo Indie, folk e música brasileira, as canções de Beltramini são marcadas por um alto fator confessional.

“Essa música surgiu num momento de transição sobre me abrir para outra pessoa. Sempre senti muito medo de dizer o que realmente sentia, achando que se eu fizesse isso, a pessoa se ‘assustaria’ e acabaria se afastando ou indo embora por isso, e sentia uma ansiedade enorme junto com esse pensamento. Ainda hoje tenho essas ansiedades que dificultam um pouco, mas essa música me faz lembrar que essa projeção não é real”, conta o artista.

Nascido e criado na cidade de Pederneiras, Beltramini passou por diversas bandas antes de decidir focar em suas próprias músicas, usando as canções como um modo de aliviar seus anseios e colocar para fora tristezas. Essa busca por tornar suas composições cada vez mais pessoais gerou uma identificação imediata com o público.

“Não só tem sido um processo terapêutico para mim, como também as pessoas começaram a ouvir e se identificar com as composições. Senti que dessa forma essas pessoas se sentiram abraçadas pelo meu trabalho da mesma maneira que me senti abraçado por essas pessoas, e essa reciprocidade acabou dando sentido e significado a todo meu trabalho, desde então decidi e entendi que esse seria o caminho”, revela.

Em 2015, após o fim de um relacionamento, Alexandre fez o álbum “A janela do quarto”, que falava sobre todo o processo de lidar com o fim e transformar aquilo em aprendizado. Em 2017, ele lançou “Ser”, que dialoga com o entendimento como pessoa e evolução pessoal, incluindo o que ele lidou no processo do disco de estreia.

Essa busca por colocar suas emoções se reflete no modo como interpreta canções de outros artistas. Em 2017, Alexandre Beltramini viralizou com uma releitura de “Gostava tanto de você”, faixa de Cassiano imortalizada por Tim Maia. Isso inspirou a série VER.I, onde ele lançará semanalmente vídeos com sua interpretação para canções de artistas que o influenciaram e releituras de faixas dos seus dois álbuns. “Medo” se revela em meio a essa série de lançamentos.

“Os vídeos da série VER.I são versões mais intimistas de músicas autorais e de artistas que fizeram uma parte significativa na influência do trabalho. ‘Medo’ une essas referências e inicia um novo ciclo do trabalho, antecedendo as sonoridades que poderão fazer parte do novo disco”, antecipa Beltramini.

Com produção musical e de vídeo do próprio artista, “Medo” está disponível em todas as plataformas de música digital e como parte da série de vídeos VER.I em uma versão intimista.