Marcus Lemonis relembra os bastidores e problemas de uma doceria gourmet, esta semana, em O Sócio

Na sexta temporada de O Sócio (The Profit), Marcus Lemonis segue resgatando empresas, em geral pequenos e médios negócios, que estão à beira da falência, e investindo seu próprio dinheiro para tentar recuperá-las. A injeção de novos recursos é bem-vinda, mas nem sempre os proprietários aceitam colocar em prática as ideias de Lemonis.

Com uma personalidade carismática e grande habilidade para fazer negócios, em cada episódio Lemonis comprova seu talento de empreendedor. Sorveteria, fábrica de roupas, cadeia de restaurantes ou um negócio familiar, não importa o ramo da empresa, ele sempre terá uma boa ideia ou um conselho para dar. Além disso, está disposto a investir milhões de dólares do seu próprio bolso para tirar os novos sócios da ruína. No entanto, quando Lemonis oferece uma solução, existem apenas duas alternativas: aceitá-la por completo ou desistir da parceria.

O mantra de sucesso de Lemonis está baseado em três Ps: Pessoas, Processos e Produto. Além disso, em O Sócio os telespectadores descobrem, a cada episódio, os segredos dele para que uma empresa volte a crescer. Ao longo das temporadas anteriores, Lemonis, diretor e CEO da Camping World, já investiu mais de 30 milhões de dólares em companhias cujas histórias foram mostradas na série.

No inédito de hoje, Amargando sem lucro, Marcus Lemonis e Amber Mazzola relembram um dos negócios favoritos de todos os fãs da série: a Sweet Pete’s. Marcus mostra os bastidores de uma sociedade tóxica e revela todos os podres e o drama que acompanhou a equipe de trabalho durante a filmagem do episódio.