O Doutrinador vai à China – Filme participa de Festival Internacional de Ação

“O Doutrinador” é o primeiro filme brasileiro a ser convidado para participar da quinta edição da mostra Jackie Chan Action Movie Week, promovida pelo próprio ator, um ícone no universo do cinema de ação. A mostra, competitiva, acontece durante o mês de julho. O diretor Gustavo Bonafé, o produtor Sandi Adamiu (Paris Entretenimento) e o distribuidor Bruno Wainer (DT Filmes) foram à China acompanhar a exibição.

O Doutrinador – O longa produzido pela Paris Entretenimento e distribuído pela DT Filmes foi lançado em setembro de 2018. Personagem criado pelo quadrinista Luciano Cunha, O Doutrinador foi descoberto pelo público nas redes sociais, ganhou as páginas das HQs – com resenhas em vários países como EUA, Inglaterra e Argentina e três edições impressas esgotadas no Brasil – e virou filme e série (da TNT).

Sob a direção de Gustavo Bonafé (“Legalize Já” e “Chocante”) e codireção de Fabio Mendonça (“A Noite da Virada”), o filme traz no elenco Kiko Pissolato, Natália Lage, Eduardo Moscovis, Marília Gabriela, Helena Ranaldi, Tainá Medina, Carlos Betão, Samuel de Assis e Tuca Andrada. A produção executiva é de Renata Rezende.

O filme e a série foram criados pelo próprio Luciano Cunha e Gabriel Wainer, que também assinam o roteiro ao lado de Mirna Nogueira, LG Bayão, Guilherme Siman, Rodrigo Lage e Denis Nielsen. A produção é da Paris Entretenimento e a distribuição da Downtown/Paris Filmes.

Sinopse – “O Doutrinador” é um anti-herói no melhor estilo dos vigilantes dos quadrinhos. O Doutrinador é Miguel, um agente federal altamente treinado que vive num Brasil cujo governo foi sequestrado por uma quadrilha de políticos e empresários. Uma tragédia pessoal o leva a eleger a corrupção endêmica brasileira como sua maior inimiga. E ele começa a se vingar da elite política brasileira em pleno período de eleições presidenciais, numa cruzada sem volta contra a corrupção.