(Last Updated On: 16 de julho de 2019)

“A mistura
da luz que habita em nós é o que nos faz ser o que somos. Ser amor, fúria,
paixão, tristeza, ser magenta”

O último
sucesso publicado pela Linha Produções, produtora independente de audiovisual
do Rio de Janeiro, foi a primeira temporada de “Magenta”, que com o sucesso
ganhou uma segunda temporada e as gravações iniciaram no último domingo (14). A
websérie é de conteúdo LGBT e passeia por gêneros cinematográficos como o drama
e o romance, abordando uma história que oferece ao público uma forma de
representatividade e identificação com as personagens.

Após seis
anos de relacionamento, Nina, interpretada pela atriz Giul Abreu e Manuela,
personagem da atriz Priscila Buiar, são surpreendidas por uma terceira pessoa
em suas vidas, a personagem Raphaela, interpretada por Rebeca Figueiredo.
Raphaela chega para balançar as estruturas das conexões de almas de Nina e
Manu.

A narrativa
base da primeira temporada permanece como o fio condutor nesta segunda
temporada. Porém, a estrutura dramatúrgica e a logística da série serão um
pouco maior. A história deixa de ter apenas duas locações para ganhar mais
espaços no Rio de Janeiro. O triângulo protagonista Nina, Manu e Raphaela,
ganha o apoio de novos seis personagens para que a história se torne ainda mais
instigante.

O roteiro da
série foi escrito por uma das proprietárias da Linha Produções, a roteirista e
também diretora da trama, Thaiane Soares. Com estréia em dezembro de 2018, a
trama possui um total de dez episódios e alcançou mais de 1 milhão de visualizações
totais. A produtora conta com a ajuda da empresa Colabora Produções, outros
profissionais do ramo do audiovisual, maquiadoras e figurinistas para que o
projeto saia do papel.

Dias
inteiros de gravação, set lotado de profissionais que abraçaram o projeto e com
as atrizes em cena, a nova temporada ganha vida e deixa os fãs ansiosos para
descobrir a continuidade dessa história. 

Para a
realização desse projeto, a Linha Produções abriu um financiamento coletivo a
fim de captar recursos financeiros que servirão para a produção geral da série.
Com o valor alcançado foi possível arcar com alguns custos como locomoção,
locação e alimentação, mas ainda assim, algumas dificuldades são enfrentadas
devido a outras necessidades de produção.

Mesmo com os
obstáculos na rotina diária de gravação, as gravações estão a todo vapor
contando com o empenho de todos os envolvidos para a realização de um produto
de qualidade.

Foto: Divulgação

Luca Moreira Administrator
follow me