‘Simonal’ tem primeira cena divulgada

No dia em que completa 19 anos de morte (25 de junho), Wilson Simonal ganha uma homenagem da Downtown Filmes. A distribuidora acaba de divulgar a primeira cena da cinebiografia do artista, que estreia em 8 de agosto. A prévia traz Fabrício Boliveira, intérprete do cantor, se apresentando ao som de “Balanço Zona Sul”, um dos clássicos do repertório de Simona. No elenco estão ainda Ísis Valverde, como Tereza, sua esposa, e Leandro Hassum, como Carlos Imperial. A direção é de Leonardo Domingues.

A produção acompanha Simonal a partir de seu sucesso meteórico, quando conquistou espaço na cena musical com o balanço de suas composições e a originalidade de suas performances. O músico virou sucesso de público e crítica e ganhou espaço na TV com um programa próprio, quebrando paradigmas da sociedade. O “Rei da Pilantragem” passou a ostentar riqueza e popularidade, sempre ao lado de sua fiel e inseparável Tereza. Responsáveis por assinar a trilha sonora do longa, seus filhos Simoninha e Max Castro também são retratados na produção. Além do auge da carreira, a cinebiografia mostra a queda de Simonal, depois de ser considerado como informante do Dops, durante o período da ditadura.

Como forma de contextualizar a época, outros importantes nomes do período ganham espaço na produção, como Erasmo Carlos, Ronaldo Bôscoli, Luis Carlos Miele e Elis Regina. O elenco conta com Mariana Lima, Silvio Guindane, Abelardo Figueiredo, Claudio Mendes, Caco Ciocler, Bruce Gomlevsky, Fabricio Santiago, Letícia Isnard, João Velho e Dani Ornelas.

Antes de virar cinebiografia, a vida de Simonal foi tema do documentário “Ninguém Sabe O Duro Que Dei”, de 2009, dirigido por Cláudio Manoel, Micael Langer e Calvito Leal. “Simonal”, inclusive, traz referências do filme, além das biografias “Nem Vem Que Não Tem – A Vida E O Veneno de Wilson Simonal”, de Ricardo Alexandre, e “Simonal: Quem Não Tem Swing Morre Com A Boca Cheia De Formiga”, de Gustavo Alonso. O diretor Leonardo Domingues também participou do processo de pós-produção do documentário.

Com investimento da BB DTVM e do BNDES, “Simonal” é uma produção da Pontos de Fuga, com coprodução da Globo Filmes e Telecine. A distribuição é da Downtown Filmes.

O filme conta a história de Wilson Simonal, o cantor que saiu da pobreza e comandou as maiores plateias do Brasil. Dotado de um recurso vocal assombroso e domínio de palco excepcional, Simonal consegue transformar suas inseguranças da infância em grandes conquistas na idade adulta. Uma vez no topo, passa a se sentir invencível: exibe a sua riqueza e gosto por carrões e mulheres; faz propaganda de multinacionais; e se recusa a defender um discurso engajado contra a ditadura. Até que resolve ameaçar seu contador quando se vê com problemas financeiros, graças a seus gastos descontrolados, e acaba vendo seu nome envolvido com o Dops. Começa então a derrocada de uma das maiores vozes que o Brasil já ouviu.