A compatibilidade entre os signos

Claro, que além dos signos, a sinergia conta muito quando você vai se relacionar com alguém. A regra de compatibilidade parece um pouco com os horóscopos, pois baseada apenas num astro, o Sol.  Se você está curiosa para saber se vai dar match ou se o relacionamento de vocês será abençoado pelos astros, veja a lista que o Astrocentro, separou sobre a compatibilidade dos signos.

Áries: de 21 de março a 20 de abril:

Áries e Áries – paixão e entusiasmo, entretanto a continuidade é um problema, afinal podem se irritar e se afastarem rapidamente.

Áries e Touro – atração sexual e bom contato, mas o taurino é um nativo um pouco lento e resiste às mudanças, ele precisa que seu tempo seja respeitado, e isso pode irritar os arianos que são impulsivos.

Áries e Gêmeos – Os dois são cheios de ideias e adoram estar em movimento. Colaboram bem juntos, embora haja certa infantilidade de ambos os lados. A parceria promete ser boa.

Áries e Câncer – Pode haver ressentimentos nessa combinação, afinal as expectativas em relação ao amor e carinho podem não ser atingidas, combinação bem difícil.

Áries e Leão – Se não deixarem o orgulho de ambos agirem de forma descontrolada, a sintonia desses dois signos fazem o ser unidos pela mesma causa.

Áries e Virgem – Se houver humildade e vontade de melhorar os defeitos e implicâncias, um pode ajudar o outro a crescer profissionalmente e atingir os objetivos.

Áries e Libra – O grande par amoroso do cosmos. Atraem-se um pelo outro loucamente. Mas se não houver compromisso real, e lealdade, a união vacila e pode acabar para sempre.

Áries e Escorpião – Fogo e Água sagrados. Fúria na intensidade amorosa. Paixão.

Áries e Sagitário – Adoram fazer projetos juntos sobre o futuro da relação, principalmente depois, ou antes, do amor, o qual tem a chama sempre acesa.

Áries e Capricórnio – Relacionamento estável e seguro. Ambos se beneficiam, pois aprendem um com o outro o que tem de melhor em si mesmos.

Áries e Aquário – Boa relação, sem cobranças. Um acompanha o outro pelo prazer de viver a grande aventura da vida.

Áries e Peixes – Relação cármica. Grande amor, mas sujeito a incompreensão. Avanço e recuo. Acusações mútuas.

Touro: de 21 de abril a 20 de maio

Touro e Touro – Arena de poder físico. Se houver conforto, comodidade e prazeres físicos, tudo vai bem, senão a briga é séria.

Touro e Gêmeos – Combinação levemente favorável. Aqui o perigo é o ciúme.

Touro e Câncer – Boa parceria. Nutrem-se mutuamente, um pelo lado físico, o outro alimenta o lado emocional da relação.

Touro e Leão – Há grande atração neste par, contudo no fim não se satisfazem, pois nenhum dá o braço a torcer quando é preciso.

Touro e Virgem – Relacionamento prático e estável. Só precisam deixar entrar mais sonhos em suas vidas.

Touro e Libra – Um deseja o prazer físico, o outro só se casar. Pode dar certo se ambos forem realizados por conta própria; se procurarem no outro, haverá esfriamento e afastamento.

Touro e Escorpião – O par sagrado do Zodíaco. A matéria e a espiritualidade, o dar e o receber, a entrega total do ser. Deixar-se morrer de amor, para realmente renascer em total beleza do ser.

Touro e Sagitário – Enquanto houver prosperidade o casal permanece unido, senão irão procurar fora o que falta em casa.

Touro e Capricórnio – Aqui além da prosperidade é preciso haver respeito e admiração pela posição que o outro ocupa na sociedade.

Touro e Aquário – é importante saber que o nativo de aquário admira a liberdade e independência. Esta relação será repleta de altos e baixos.

Touro e Peixes – Ótimo relacionamento. Um incentiva o outro a produzir o que é necessário para a relação ser feliz. É preciso confiar, e deixar…

Gêmeos: de 21 de maio a 20 de junho

Gêmeos e Gêmeos – Se amadurecerem, um pouco que seja a volubilidade, poderão ficar juntos para sempre, pois a mente de um acompanha a do outro na mesma sintonia. Precisam de comunicação, e risos.

Gêmeos e Câncer – Um estimula no outro o que lhe falta. Brigas se dão por ciúmes ou falta de atenção.

Gêmeos e Leão – Ótima dupla. Atuam juntos de verdade, brincam, e proporcionam um ao outro o prazer da convivência e cumplicidade.

Gêmeos e Virgem – Combinação difícil. Um é volível e livre, o outro que organização até debaixo d’água. Um é aluno, o outro mestre.

Gêmeos e Libra – Boa parceria. Leveza, diplomacia, pequenas alegrias e presentes, declarações de amor revitalizam a união.

Gêmeos e Escorpião – Louca atração. Um se interessa pelo que o outro tem em si. Um a superficialidade, o outro a profundidade de todas as coisas.

Gêmeos e Sagitário – Grande atração. Troca de ideias. Programação de viagens. Conhecimento do parceiro provavelmente pela internet, ou em local distante. Liberdade mútua.

Gêmeos e Capricórnio – Difícil afinar essa dupla. Um é leviano demais para o gosto do outro que precisa de respeito e durabilidade.

Gêmeos e Aquário – A mente inferior encontra a mente superior. Um abrilhanta o outro. O mais importante é a troca de ideias, trazendo riquezas tanto materiais quanto espirituais.

Gêmeos e Peixes – Bom, se um conseguir segurar o outro, é porque há amor verdadeiro mesmo. Um pensa, o outro sente. Os dois são inconstantes.

Câncer: de 21 de junho a 22 de julho

Câncer e Câncer – Almas gêmeas naturais. O relacionamento, mesmo sujeito a amuos e intempéries pode durar para toda a vida.

Câncer e Leão – Se um respeitar o brilho e o espaço do outro, se tornarão complemento ideal. União real.

Câncer e Virgem – Excelente combinação. Tudo que precisam é de cuidados e mimos, e o oferecimento se dá de bom grado e naturalmente.

Câncer e Libra – Tensões constantes, embora possam chegar a um acordo se houver uma boa conversa esclarecedora do papel de cada um na união.

Câncer e Escorpião – Combinação duvidosa, pelo excesso de sentimentos levando a manipulação, a qual é preciso evitar e cortar.

Câncer e Sagitário – A graça e a espontaneidade podem salvar esta dupla de uma decepção. Mistura de apego e liberdade.

Câncer e Capricórnio – aqui encontramos o par que enfatiza e prioriza a família, os ancestrais, a honra no lugar ocupado pela sociedade em que vivem. Respeito e admiração. Apoio nos momentos difíceis da vida.

Câncer e Aquário – Se houver benevolência um se beneficiará com o outro. Um dando suporte, o outro ensinando a ser autêntico e livre do passado.

Câncer e Peixes – A manipulação e chantagem emocional chegam ao seu auge aqui. A menos que sejam muito conscientes, e honestos consigo mesmo, e com o outro. Se não é briga para vem quem é mais vítima.

Leão: de 23 de julho a 22 de agosto

Leão e Leão – Encontro de reis. Ser generoso, atencioso, galanteador, presenteador. Dar atenção como se de fato estivesse diante da realeza.

Leão e Virgem – Equilíbrio no relacionamento. Ostentação e humildade se encontram proporcionando vantagens aos dois. Aprender a servir e manter o território amoroso livre de confusões.

Leão e Libra – Lindo relacionamento. Uma reverência o outro no que ele mais precisa. Os gostos se parecem. Admiram-se mutuamente, e juntos prosperam em todos os sentidos.

Leão e Escorpião – Relacionamento bem difícil. Teimosos e poderosos se recusam a mudar de opinião mesmo em erro. A humildade aqui é essencial.

Leão e Sagitário – Aventura e alegria no compartilhar. Estimulam-se mental e sexualmente. É preciso haver admiração para a durabilidade do relacionamento.

Leão e Capricórnio – Relação instável sujeita a altos e baixos. Um quer ser respeitado, o outro quer idolatria mesmo sem merecer.

Leão e Aquário – Aqui o amor e a amizade se unem num propósito comum. Cada um oferece sua parte de bom grado, e a união perdura.

Leão e Peixes – Se não forem muito exigentes, pode resultar uma união interessante, onde o amor e a espiritualidade encontram um bom canal de expressão.

Virgem: de 23 de agosto a 22 de setembro

Virgem e Virgem – O perigo é se tornarem neuróticos por manias. No entanto se forem inteligentes, auxiliam um ao outro na saúde e na doença, na alegria e na tristeza. União cármica.

Virgem e Libra – Nesta união há mais requinte e segurança, pois os dois precisam de segurança diante da sociedade. O casamento formal é importante.

Virgem e Escorpião – União profunda. Um entende bem o que o outro precisa e o ajuda. Um proporciona cura o outro com a mera presença.

Virgem e Sagitário – União conturbada. Um quer organização, o outro quer festa. Aqui geralmente ou se obedece, ou se perde. Paciência salva.

Virgem e Capricórnio – União altamente sexual, mas com tendência a esfriar. Falta o entusiasmo que faz o mundo girar.

Virgem e Aquário – Se conseguirem se encontrar é por estarem fortemente predestinados. Ou ser um momento onde um precisa aprender a ser livre, e o outro a ser responsável.

Virgem e Peixes – O encontro mais cármico do Zodíaco. O fim da separação como ser isolado, tanto a nível pessoal quanto coletivo. Existe uma atração inexplicável, porém pode findar em grande decepção. É um encontro espiritual.

Libra: de 23 de setembro a 22 de outubro

Libra e Libra – Podem passar a vida toda unidos pela dúvida se separam ou ficam juntos. União superficial movida por interesses, mais do que amor verdadeiro.

Libra e Escorpião – Relacionamento difícil. A diplomacia de um sendo rompida pela veracidade e rudeza do outro. Só muito amor segura estes dois.

Libra e Sagitário – Um colabora alegremente com o outro. Companhia apreciada e incentivadora. A paixão se mantem acesa se o respeito acompanhar.

Libra e Capricórnio – Um desafio por dia. Constantes provas de amor são pedidas. A condição econômica influencia fortemente, para o positivo ou negativo da continuidade do relacionamento.

Libra e Aquário – Apesar de sentirem-se bem um com o outro, a atração inicial pode se tornar mera amizade. Cobranças aqui só afastam mais ainda.

Libra e Peixes – Interesses divergentes demais. Não há afinidade que perdure. Perdem a confiança um no outro rapidamente.

Escorpião: de 23 de outubro a 21 de novembro

Escorpião e Escorpião – Paixão fulminante. Sexo, lealdade, fidelidade e necessidade mútua. Se houver traição, nunca mais se perdoarão.

Escorpião e Sagitário – Um parece que cobra demais ao outro que não aguenta tanta pressão. O amor verdadeiro cura tudo, senão é grande ressentimento.

Escorpião e Capricórnio – União sólida, apaixonada, estável, duradoura. Um sabe exatamente o que o outro quer e o ajuda no que for possível e impossível.

Escorpião e Aquário – Grande atração movida pela diferença das essências. Pode não ser uma união duradoura, a menos que sejam inteligentes o suficiente para viver, e deixar o outro livre, pois sempre voltará.

Escorpião e Peixes – União perigosa. Muito sensíveis e manipuladores, não conseguem enganar o outro seus motivos ocultos, e a briga pode virar guerra.

Sagitário: de 22 de novembro a 21 de dezembro

Sagitário e Sagitário – A vida se torna uma grande benção, é festa todo dia, e deve ser comemorada. Planos grandiosos e metas para o futuro, viagens e espiritualidade, assim como o estudo superior engrandece este par.

Sagitário e Capricórnio – Incentivo onde falta autoconfiança, seriedade onde há brincadeira demais. Gostam de estar em público, se sentirem orgulho um do outro.

Sagitário e Aquário – Excelente combinação. Estímulo do crescimento material e espiritual. Concedem-se liberdade, pois confiam em si mesmos, e amam a vida e suas diferenças.

Sagitário e Peixes – Há muita dualidade aqui. Existe reverência, e podem enriquecer mediante um projeto em comum tendo como base a espiritualidade. São livres para exercerem suas vontades.

Capricórnio: de 22 de dezembro a 20 de janeiro

Capricórnio e Capricórnio – relacionamento um pouco severo. Não há incentivo de demonstrações de afeto, pois ambos são carentes e temem a rejeição. É preciso acreditar no amor e ter uma base segura familiar.

Capricórnio e Aquário – Não oferece condições estáveis. Um acaba se decepcionando, pois não é capaz de exercer sua vontade e liberdade como o outro naturalmente faz. No entanto podem ajudar um ao outro, sendo exatamente o que são, sem querer agradar…

Capricórnio e Peixes – Com um pouco de paciência e compreensão, esta união pode mostrar-se altamente valorosa e eficaz. Mão firme e desprendimento se aliados promovem fortuna e paz.

Aquário: de 21 de janeiro a 18 de fevereiro

Aquário e Aquário – Livres pensadores. União movida por admiração mental e comprovada atuação, do que diz e se faz. Amizade e conversa é mais importante do que a atração física.

Aquário e Peixes – Se amarem a vida, a relação será prospera e feliz, senão a tendência é haver escapes e mentiras. Devem buscar um ponto de interesse comum.

Peixes: de 19 de fevereiro a 20 de março

Peixes e Peixes – Aqui reina o amor sem nome. São capazes de perdoar deslizes por conhecerem a fundo a natureza humana. A paixão inicial precisa de um contraponto espiritual e que sirva para melhorar o futuro da humanidade de alguma forma, mesmo que seja uma ação pequena e isolada, mas dará sentido ao relacionamento.