Sexo na terceira pode ajudar pessoas a sentirem mais vivas declara terapeuta comportamental

O que antes era considerado terceira idade, acima de 60 anos, hoje não pode mais ser visto dessa forma, pois além do avanço da medicina, houve o avanço físico e social que deve observar indivíduos separadamente para dizê-los na terceira idade.

Temos que ter em mente que quando o corpo envelhece, o prazer pode ser sentido de outras formas que não somente a penetração.

O sexo existirá a medida que for natural para um casal e depois pode se modificar para um carinho, um beijo, um abraço, a intimidade e uma grande parceria de amor. Nada se faz obrigatório, tudo é livre.

E vamos também falar do desconforto que é para mulher já mais velha fazer sexo para agradar ao parceiro.

Os hormônios diminuíram, a vagina sente dor, pois perde a elasticidade e a lubrificação. A libido não esta mais lá, não existe Viagra feminino.

Até hoje a virilidade é para o homem, mas é as mulheres, o que elas já idosas recebem? A sociedade não pode e nem consegue ditar essa regra.

Foi em A MARIPOSA AZUL que Andrea Murgel encontrou o significado da palavra “renascimento” em suas diversas facetas. No auge da sua satisfação pessoal, profissional e afetiva, em uma armadilha do destino, a bem-sucedida empresária perdeu Eduardo, seu filho de 21 anos, e viu todo o seu mundo desmoronar. Precisou encontrar um caminho para redescobrir o sentido da própria vida e assim conheceu aos poucos suas missões e transformações pessoais.

Com muita resiliência,amor e luz vem se doando para ajuda pessoal e transformadora na vida de muitas pessoas. Andrea é um símbolo de força, auto conhecimento, guerreira e vencedora em tudo o que se propôs a realizar.

O caminho foi muito longo mas aí esta ela voando mundo afora com seu livro A Mariposa Azul, com um lindo consultório que trata o loto e também se foca na mudança das pessoas através da pós graduação em análise comportamental.

Andrea consegue transformar a vida de seus pacientes através de técnicas integradas onde eles aprendem a se amar primeiro, a ter auto-estima a saberem quem são de verdade. Também atende online.