Gabrielzinho do Irajá se apresenta no Teatro Rival Petrobras

O cantor e compositor GABRIELZINHO DO IRAJÁ faz grande homenagem ao Cacique de Ramos, no Teatro Rival Petrobras, dia 25 de maio, às 19h30min.

O espetáculo conta com as participação especiais de Juninho Thybau, Marquinhos China e Nêgo Álvaro, e resgatam lembranças e histórias dos bons tempos, não vividos pelo jovem Gabrielzinho, que tem apenas 23 anos. O roteiro e direção são de Marcos Salles e direção musical de Gegê Dangola.

No repertório, Gabrielzinho apresenta ao público músicas como: “Doce Refúgio”; “Camarão Que Dorme A Onda Leva”, “Coração Feliz”, “Vou Festejar” e Caciqueando”, sempre acompanhado por músicos de primeira linha: Gegê Dangola (banjo); Paulinho Baltazar (Cavaquinho); Diogo Cunha (Violão 7Cordas); Alex Almeida; Guti Resende (percussão1) e Waltis Zacarias; Igor Lemos (percussão2).

Gabrielzinho, um dos bambas do improviso nas rodas de partido-alto, promete uma noite inesquecível, com bons sambas, boas histórias e grandes surpresas, como o momento mais esperado pelos frequentadores das rodas de sambas do Cacique de Ramos: a hora dos ‘versos de improviso’, remetendo às célebres noites das quartas-feiras na Quadra Da Escola.

A primeira vez que Gabrielzinho do Irajá pisou na Quadra do Cacique de Ramos tinha apenas 7 anos de idade e, infelizmente não encontrou os grandes nomes do samba: Almir Guineto, Beth Carvalho, Neoci, Jorge Aragão, Arlindo Cruz, Sombrinha, entre outros nomes que tanto ouvia na época do vinil, no final dos anos 70 e início dos 80. Ainda assim, o cantor já conhecia todos os sambas que foram gravados e são sucesso até hoje nas rodas de sambas que acontecem pelo país.

Fonte: Luciano Oliveiro