Monarco lança álbum em apresentação no Teatro Bradesco

O novo disco de Monarco – o primeiro em quatro anos – será oficialmente lançado do jeito que ele gosta: com um time de amigos e músicos da maior responsabilidade. Aos 85 anos, Monarco é hoje o mais legítimo representante de um samba que se mantém vivo e vibrante, através dos tempos.

O show que acontece no dia 16 de maio, no Teatro Bradesco, em São Paulo, apresenta a nova safra de composições do álbum “Monarco de todos os tempos”, lançado pela Biscoito Fino, recebido com elogios pela crítica especializada e figurou em listas dos melhores do ano. Segundo Monarco, o novo disco tem até canções que falam de tristezas, mas “foi feito num mar de alegria”. O filho, Mauro Diniz, assina a direção musical do show e também produziu, fez os arranjos, tocou cavaquinho e dividiu com o pai a autoria de seis canções do álbum.

A noite conta com a participação especial do Criolo, que vai cantar com Monarco, Foi um Rio que Passou em minha vida (Paulinho da Viola) e Coração em Desalinho (Monarco e Ratinho). Ao lado do cavaquinista convidado Ricardo Rabelo, Criolo vai incluir músicas do seu repertório, Dilúvio de Solidão (Criolo) e Menino Mimado (Criolo).

Além do repertório de “Monarco de todos os tempos”, o show reúne clássicos de Silas de Oliveira (Meu Drama), Cartola (O Sol Nascerá), Nelson Cavaquinho (A Flor e o Espinho) e do próprio Monarco, como Vai Vadiar e Quitandeiro. O cenário do show traz uma linda ilustração de Elifas Andreato, mais um bamba com tantas histórias ligadas a capas de discos e cenários de importantes artistas do samba.

Fonte: Ag. Taga