Fafy Siqueira relembra carreira no humor e fala sobre experiência no “PopStar”

Fafy Siqueira começou sua carreira em 1974 como cantora. Ganhou a maioria dos Festivais que participou como melhor interprete, mas em 1983 se desligou do canto popular e passou a se dedicar inteiramente ao teatro musical. Recentemente participou do reality musical “PopStar” na Rede Globo.

Como foi o seu começo no meio artístico?

Cantando,compondo para Festivais de musica. Em 1984, comecei a fazer teatro, depois humor e estou até hoje.

Durante sua trajetória, vários sucessos vieram como “Zorra Total” e “A Praça é Nossa”. Com sua experiência, qual você considera ser o segredo para o humor?

Humor não tem segredo. Você tem que nascer com esse dom. Fazer humor não se aprende na escola. Você pode sim aprimorar. Fazer cursos, pesquisar tempos de piada, mas se não nasceu com dom.

Foto: Reprodução/Instagram

Entre uma de suas personagens mais memoráveis, estão a Gardênia Alves e a portuguesa Jupira. Quais foram as suas inspirações para cria-las?

A português D. Jupira me inspirei na minha Avó Angelina e Gardenia numa cantora Sertaneja que conheci no Final dos anos 70.

Em sua careira no teatro, montou espetáculos próprios como o “Dó Ré Mi Fafy”. Existem planos para um retorno aos palcos?

Na verdade não seria um retorno pois desde muito que não saio dos palcos. Tenho feito musicais de muito sucesso tipo “As Bruxas de Eastwich”, “Se eu fosse Você”, “Forever Yong”, “A Princesinha”.  Agora em fevereiro é que fiz o “Doremi Fafy” no Rio de Janeiro e estamos preparando a turnê.

Foto: Reprodução/Instagram

Fazendo um balanço entre as produções de antigamente para os dias de hoje, o que acha que mais mudou nos estilos de produção?

Tudo. Agora os musicais estão mais profissionais e o artista brasileiro é um dos melhores do mundo.

Recentemente, você fez sua apresentação no “Popstar”. Conte-nos um pouco sobre sua experiência no reality.

Foi maravilhoso. Fui incentivada a retomar minha carreira de cantora popular, pois nos musicais, temos uma interpretação diferente. Somos um personagem cantando as canções.

Deixe uma mensagem.

Tenha sempre respeito pelo próximo, porque a lei do retorno existe e é implacável.