Ivo Gandra fala como é viver Codorna em “Verão 90”

Natural de Porto Nacional, o ator Ivo Gandra iniciou sua carreira após desistir de cursar medicina na faculdade, e iniciou seus estudos na Escola de Atores Wolf Maya. No teatro, participou de montagens como “Brasil Não-Realista”, “É, amor…vamos? ”, “Camará”, e realizou alguns projetos no cinema. Como modelo foi Miss Tocantins em 2015 através da agência Michelasi Produções. Já no Rio de Janeiro, fez uma participação no seriado “A Cara do Pai” contracenando com Leandro Hassum, e atualmente está no elenco de ‘Verão 90” como o personagem Codorna.

Como está sendo viver o Codorna em “Verão 90º “ e como foi sua preparação para o papel?

Viver o Codorna está sendo uma experiência incrível, até porque trabalhei muitos anos como modelo! Tive oportunidade de vivenciar o outro lado e comecei a ter outra perspectiva sobre o trabalho do fotógrafo. Me preparei assistindo vídeos e documentários de fotografia, pesquisei grandes fotógrafos sensacionalistas da época e me inspirei muito no Jorge Tadeu (Fábio Júnior) da novela Pedra sobre Pedra pra criar o Codorna!

Conte-nos um pouco sobre sua experiência com o Marcelo Valle?

O Marcelo é um cara singular, de uma generosidade e parceria fantástica! Não tinha pessoa melhor ter como parceiro de cena! Adquirimos cumplicidade em cena e confiança mútua!

Foto: Marcos Nadur | Produção: Érika Borges

Por se tratar de uma releitura no estilo da época dos anos 90, a novela pode trazer um desafio a mais para o ator?

Eu vi pouco dos anos 90, mas está sendo uma experiência incrível! Os anos 90 foram o auge da música, da moda, da cultura em vários sentidos! acho que quem viveu bem esta época vai ficar bastante saudosista ao assistir a novela.

Você também está com o projeto dos filmes “Bodas de Fumaça” e “Aquário Anil”, poderia nos contar pouco sobre eles?

Tenho o “Bodas de fumaça” que é um curta o qual protagonizei. O filme se passa em São Paulo e está em fase de edição. Ele foi inspirado em um livro também com o mesmo título. Já o Aquário Anil é um curta que eu escrevi pra homenagear uma prima que eu perdi de suicídio e todas as pessoas com depressão. Ainda está na fase de pré-produção, mas em breve estará em festivais emocionando e conscientizando a todos sobre os efeitos da depressão!

Foto: Marcos Nadur | Produção: Érika Borges

A sua estreia na televisão foi em “A Cara do Pai”, seriado da Rede Globo. Como foi dividir cena com Leandro Hassum?

Foi sensacional compartilhar a cena com um ator tão original é autêntico como o Leandro Hassum, pra mim ele é um dos gênios da comédia Brasileira da atualidade.

Deixe uma mensagem.

Eu só tenho a agradecer a Deus e a todos a minha volta por me trazerem tantas coisas boas! Tudo que tenho vivido tem me dado oportunidade de me tornar um ser humano melhor e mais evoluído a cada dia!