Passagem de “Os Filhos Gandhy pelo Expresso” emociona Gilberto Gil

Gilberto Gil viveu hoje um daqueles momentos que não se esquece. À beira da varanda do Camarote Expresso 2222, curtindo o manto branco de Os Filhos de Gandhy desfilar no Carnaval, o cantor e compositor se viu com uma pomba branca nas mãos. Símbolo da paz, o pássaro encontrou pouso em um dos mais assíduos filiados da agremiação.

“A pombinha estava ali. Com calma, peguei ela, dei um beijo e soltei para ela seguir de volta pro carro. Sem dúvida foi um momento especial. Não é toda hora que uma pomba vem ao lado da gente e a gente pode fazer com que ela siga voando”, comentou Gilberto Gil, anfitrião do Camarote Expresso 2222 ao lado de sua esposa, Flora Gil.

Neste ano, Os Filhos de Gandhy comemoram 70 anos de história. E foi lá, em 1949, que Gilberto Gil se encantou pelo bloco. “É símbolo da harmonia, da paz, da concórdia e da integração entre as pessoas. A gente acostuma, incorpora aqui tudo. Passa a ser sangue, carne, osso, pele da gente. Todo ano tem um elemento novo. Uma nova emoção. São 45 anos que eu saio e 70 anos como fã, que foi quando eu vi o Gandhy pela primeira vez. Eu tinha seis anos de idade”, relembra Gil.

Outros dois grandes encontros da noite, na varanda do Expresso, foram de Gil com os trios de Ivete Sangalo e, logo depois, do Harmonia do Samba. “Professor! O Harmonia é de vocês”, disse Xanddy ao pedir uma salva de palmas para o cantor e compositor baiano.

Fonte: Via Press

Deixe um comentário